<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, julho 25, 2003

ADEUS E ATÉ JÁ 

Ois pessoal
Bem as férias são mesmo oficiais e já nao há nada a fazer. Muitos de nós partem estes dias. Uns para as suas casas (bigado Carol por te lembrares de mim) e outros mais afortunados vao mais além. Como é habitual desde que nasci vou passar os meus 15 dias á Serra da Estrela. E lá nao há net. Também tinha de escrever o Principe de Portucale e nao ía ter muito tempo, mas sempre era bom falar com quem me é mais querido neste mundo: os amigos e uma ninfa.
Por tudo isto desejo a todos umas boas férias. Vao á praia, saiam á noite, vejam uns filmes, façam uns filmes, namorem, pratiquem desporto, oiçam musica, dancem ou simplesmente relaxem. Vou tentar fazer de tudo um pouco. A todos, ás meninas do Ninfas do Bau, ao pessoal do Discursos, ao nosso Duarte, á Mariana, e a todos e todos..
beijinhos e abraços e até ao meu regresso

Migas

sábado, julho 19, 2003


O PRINCIPE DE PORTUCALE


Já é mais ou menos sabido que planeio escrever um livro. Um romance histórico mais propriamente. Nao é o meu primeiro livro mas este é mais especial. Por ser arrojado e por secretamente, e se gostar do que escrever, acalentar a esperança de um dia o ver nas bancas. Ora todos também já sabem que este livro teve uma origem estranha, bem ao gosto da Marianinha. Foi resultado de um sonho turbulento que tive no Dia de Sao Joao. Nao tava muito bem nesse dia e à noite entrei estranhamente num mundo imaginário. Mas nao estava só. Estava rodeado dos meus amigos. E assim vivi algumas inesperadas aventuras. Nao espaçadas no tempo mas com um fio cronológico notávelmente construido. Quando acordei decidi passá-lo para papel, nao fosse eu esquecer-me. E assim fiz 50 páginas de apontamentos. Narrei lá o que sonhei e acrescentei alguns pontos que tornam a trama mais apetecível.
Respondendo aos pedidos feitos por algumas pessoas vou divulgar uns pormenores. Mas nao se exaltem. É que só para a semana é que vou começar a escrever o livro e se nao tiver inspirado tudo isto será pó...Mas espero que os vales da Serra da Estrela me acordem para as letras.
Enfim primeiro vou divulgar os nomes de alguns dos meus amigos que entraram no sonho...e posteriormente espero faze-los entrar no livro. Nao vou dizer o que fazem senao perdia a piada. Alguns já sabem, outros nem por isso. Adianto que já tenho nomes para todos..uns vao gostar, outros nao..Paciencia. Outra coisa, se quiserem direitos de autor tramam-se porque eu nego tudo....lol... Sendo assim entram, sem qualquer ordem especial, oo Danilo, o Leccio, o Ricardo, o Duarte, o Ivo, o André, o Pedro, a Marianinha, a Edite, a Carolina, a Paula, a Joana, a Joaninha e a Raquel. Depois entrarão outras pessoas, mais intimas, casos dos meus irmaos, dos meus pais e outros amigos...e claro..moi!
A historia passa-se em 620. Nessa altura a Peninsula Ibérica estava dividida em Visigodos e Suevos. Como nao gosto do nome suevo, mudei algumas coisas. Assim em vez da Suévia há Portucale e a Galiza, uma especie do que vai acontecer 600 anos depois. Soa-me melhor. Em Portucale, que vai do Minho ao Mondego reina um monarca poderoso e respeitado mas que ve os seus dias chegar ao fim. Tem 3 filhos e ninguem sabe quem lhe vai suceder. O mais velho, Alexandre, é um boémio. É amado pelo povo, a quem trata como igual, mas passa mais tempo com os amigos, com mulheres e em bebedeiras do que em assuntos de estado. Apesar de ser o primogénito nao parece ser o favorito ao trono. Mesmo assim, é o Principe. Há igualmente o infante mais novo, Roderico, a quem ninguém liga muito mas cujo carácter sóbrio é muito apreciado entre alguns nobres. O grande favorito do rei é mesmo o Duque de Coimbra, o irmao do meio, Recaredo. É um chefe militar exemplar, respeitado por toda a Europa, amado pelo pai, temido pelos nobres, adorado pelo exército. Parece ser ele o sucessor... E é a luta pelo trono que vai marcar o dinamismo do livro..
Depois há o episódio central. Com o Duque de Coimbra e o Infante Roderico numa viagem diplomática pelo Mediterranio, e com a corte no Palácio de Verao, só o Principe se encontra na capital do reino, Portucale. E é a poucos dias do Sao Joao, festa do padroeiro da cidade, que há uma invasao de homens do norte, vikings (muito comum á época). Estes sao em muito maior numero que os soldados que estao no Porto e ocupam a cidade. O Principe irá comandar, do lado sul do Douro a reviravolta. Mas enormes volte-faces vao criar situaçoes inesperadas. O Principe chega a ser poscrito, há uma rebeliao surpresa e no final um casamento inesperado.
É assim o esqueleto do Principe de Portucale. Espero conseguir escreve-lo. Tenho de ganhar coragem. Espero que voces possam ler. Espero que gostem dos vossos personagens e do livro no geral. Espero que seja um sucesso. Mas primeiro tenho de o escrever...

Beijinhos e Abraços
Mig

sexta-feira, julho 18, 2003

THE EMPIRE STRIKES BACK

Eu já sabia que ía ser assim. Nao podia ter escolhido tema mais polémico. Se o amor sozinho já é o que é, juntem-lhe o ódio e a vingança, e é um cocktail explosivo. Já recebi alguns comentários ao post anterior. Todos eles a manifestarem-se contra á ideia expressa por mim. Uns mais violentos outros mais sóbrios, uns atacando mesmo o autor do post (se bem que de uma forma positiva pois tentava chamar á atençao um amigo o que é sempre bom) outros preferiram procurar outros pontos de abordagem. Enfim, até voltamos á polémica do puto reguila. Para a Edite fica já aqui. Assumo-me como puto reguila. Mais, assumo-me como um eterno puto reguila. Sei que vou acabar sozinho assim, sei que nunca serei tao feliz como se arranja-se o facto espacial que recomendas mas que se lixe. Ser puto reguila é vocaçao, nao me vejo a ser outra coisa. Talvez um dia farte-me de ser o puto reguila que sou, viciado no que sou viciado, mas nao deixarei de ser...puto reguila. Vou ser um puto reguila diferente mas sempre...reguila. E assim farei a minha vida. No final o pessoal junta-se e comentamos se fiz bem ou mal. Mas só lá........
Outra coisa. Este post na faz de mim um "psicopata" ou "serial killer". Nem um obsessivo. Muito menos imoral. Enfim, nao faz de mim nada que já nao fosse antes de o escrever e nunca fui, nem nada serei, algo disso. Apenas tive a infelicidade de em 19 anos de existencia ter amado durante 9. E durante esses 9 ter amado duas vezes. E em nenhuma das vezes fui correspondido. Ou seja, nunca conheci o amor verdadeiro. Apenas uma face, que é a de estar apaixonado. Talvez isso me tolde a vista. Talvez se algum dia for correspondido perceberei as vossas critias. Assim, nao vejo como! Amar e nao ser amado é o pior que há. Das duas vezes foi como se morresse. Ainda hoje acredito ter um flecha cravado no coraçao por cada um desses infelizes casos. Por nao ter sido correspondido e nao deixar de amar, mandando dar uma curva á teoria da Mariana de "caga nisso", possa parecer obsessivo e irritante. Alguns dizem já: "Que raios, á meses que ele sabe que nao dá e continua. Fogo que o tipo é burro". Mas é assim. Isto nao é um computador em que carregas numa tecla e a funçao é accionada. Isto é um coraçao que nao haje de acordo com lógica mas sim com o que penso. Do primeiro caso em que fui infeliz amei 8 anos sabendo sempre que era em vao, mas nao desisti. Só quando soube que essa pessoa encontrara a felicidade percebi que estava a mais. E consegui partir. Hoje posso dizer que sou muito amigo dela, aliás como pretendo ser de todos. Do segundo caso, já sobejamente conhecido, foi ao contrário. Conheci alguem que já era feliz, alguém que já tinha "elefante" (nao é carol?), e queria á viva força que ela percebesse que ía na via errada, que no próximo entroncamento devia ir para os meus lados. Como nao tenho jeito nenhum para isso nao consegui e sei que nunca conseguirei. Isso mata-me a cada dia que passa mas nada no mundo o vai mudar. Nem um milagre! Mas continuo porque nao sei fazer outra coisa. Cara Carol, a tromba pode ser do elefante mas eu sou aquele caçador de elefantes que anda toda a vida atrás do elefante para lhe ficar com os dentes de marfim. Mesmo que no final da vida nao as tenha conseguido, nao quer dizer que nao tenha tentado.
Bem, e depois de tantas metáforas, espero que todos tenham percebido o que eu queria com o meu polémico post. Longe de mim de dizer." Nao correspondidos, sacai das pistolas e disparem". Nao, nao é isso. Mas ás vezes, nem eu sei o que é.....

PS: Hoje é dos dias mais infelizes da minha vida. Pela 1º vez reprovei a algo. Foi no exame de código. Nao sei o que se passou mas foi muito mau. Agora perdi a vontade de continuar. Espero nos próximos dias reencontrá-la. Até lá sinto-me com vergonha de mim próprio. Eis um homem que nunca falhava nos momentos decisivos e agora fraqueja. Em nome desse momento vou deixar momentaneamente de assinar a minha imagem de marca, o MLP. Pelo menos até voltar a reencontrar aquele orgulho perdido. Quando tiver as contas ajustadas com o passado o MLP volta. Até lá fiquem com um beijo e um abraço do

Mig


terça-feira, julho 15, 2003

TO KILL OR NOT TO KILL?

Bem estivemos afastados muito tempo das polémicas. Esta vai acabar comigo. As pessoas vao olhar para mim de outra forma. Talvez porque nao conheçam o verdadeiro Miguel. Uma vez, comentando uma fotografia minha, alguem disse que aquele nao era eu. Mas era, e como esse eu há muitos outros aqui dentro. Nao sou gémeos por acaso..Esta polémica nem sequer vai ser uma polémica. Já tou a imaginar as respostas do pessoal, neste blog e se calhar em outros. Mas mesmo assim vou em frente, porque tipo mais casmurro que eu nao há.

Se o livro que estou a escrever foi o resultado de um sonho que tive, também toda esta história resulta do meu sonho de ontem.

Depois de ver filmes e filmes havia sempre algo que a minha constante racionalidade nao percebia. Porque é que há tipos que matam e morrem por amor? Parecia ridiculo, um insulto ao espectadores intelectual e racional que era. Quem é que iria arriscar a sua vida, destruí-la ou perde-la, por outro alguem só porque o amava? Nao, ça ce nest pas possible. E assim continuei. Mas agora cheguei a uma brutal conclusao. Pode ser válida ou nao mas é brutal. Para mim quem mata por amor nao é um criminoso! Nao pode ser. Nao está a cometer nenhum crime, nao o faz por gosto, faz porque tem de o fazer. Se nao matar é ele que morre, se nao fisicamente pelo menos no seu interior.
Agora caiu o carmo e a trindade. Entao anda este tipo sempre a apregoar a favor da pena de morte pelos assassinos e depois vem-me com esta. Passou-se!!!!! Se calhar, mas segundo o que sonhei ninguem pode ser punido por tal. É mais forte que nós. O amor gera ódio mas o ódio nao gera amor. Quem nao pode amar porque algum obstáculo se encontra no caminho vai tentar tudo para o contornar. Tudo, mesmo tudo. E nao me venham com a conversa psicológica que nenhum homem tem esse direito de tirar uma vida apenas para satisfazer um seu desejo ou capricho. Claro que tem, porque a sua vida depende disso. Depende disso nao porque vai perder a casa, o emprego, mas sim porque está encurralado num beco. Nao tem saída, não tem alternativa.
Já matei muita gente em sonhos. Como diz o Sérgio Godinho "nao se morre nos sonhos, aliás essa é a única vantagem". Mas todos os que matei foi no cumprimento de um acto heroico. Eram seres abstractos que atacavam quem amava e nao pessoas, iguais a mim e a vos. Ontem foi diferente. Ontem matei a sangue frio sabendo o que fazia e porque o fazia. Mas no final nao me sentia mal. Pelo contrário, sentia-me aliviado. Sentia que tinha tirado um peso, um adversário, um rival, de cima de mim e que nada me podia afectar. Sentia que tinha dado um passo rumo à vitória final. Foi brutal. Mas nao me arrependi. Acho que se voltar a ter aquele sonho vou fazer a mesma coisa. Nao tenho alternativa.....como aqueles que na vida real matam por amor nao tem. Basta ver uns filmes como "Duel in the Sun" ou "Double Indemnity".
Calma, nao vou andar aí na rua de pistola na mao, nao vou matar rival nenhum (pelo menos acho que nao) nem vou cometer nenhuma loucura. Sou demasiado "certinho" para isso. Mas já sei que se algum dia o tiver de fazer que nao vou ter remorsos porque nao terei outra alternativa. Se chegar a esse ponto é porque estou á beira do abismo. Ou me volto e disparo ou me atiro. Nao há outra hipótese........


Miguel LP

segunda-feira, julho 14, 2003

A MAGIA DO TEATRO

Não há nada como o teatro. Os amantes da representação nao teimam em afirmar que o teatro supera em muito o cinema. Ora eu como cinéfilo considerava, até hoje, estas afirmações como blasfémia. Blasfémia de ignorantes! Como me enganei. E bastaram apenas duas horas mágicas...
Hoje, a convite do meu pai, rumei à Praça Coronel Pacheco para assistir à última representação (devia ter sido a primeira) da pessa de Berthold Brecht "A Resistivel Ascensão de Arturo Ui". Ora a peça nao me dizia nada e apesar de conhecer algum do elenco nao estava muito esperançado. Antes da peça começar pensava já que devia ter ficado a jogar em casa Championship Manager, e outros delírios do género. Mas bastou começar que tudo desapareceu na minha mente. Estava agora completamente absorvido pela representação. A peça é uma metáfora à ascensão ao poder de Adolf Hitler, algo que aos 5 minutos tinha descoberto mas que o encenador fez questao de salientar, e é brilhante. Os textos, notáveis. O cenário simples mas arrojado. Os actores espantosos. Desde António Capelo, fabuloso, até José Pinto, um dos meus favoritos, passando pelos alunos do ACE, muito promissores. Enfim, no final nao me cansei de aplaudir. Fiquei rendido ao teatro. Fiquei com fome de mais, mais e mais. Sim porque se já conheço o cinema de trás para a frente falta-me conhecer o teatro. Por isso representações futuras terão toda a minha atenção. Ainda por cima conheço uma "teatrófila" que espero que nao me deixe ficar em casa. Trocar uma sala de cinema por um teatro já nao me parece tao mau. Viva o teatro!!!

Miguel LP

domingo, julho 13, 2003

INJUSTIÇA, INJUSTIÇA

Desde que vi aquele golo do van Basten na final do Euro88, desde que estive acordado até às 5 da manha para ver o Brasil ser tetra campeao nos EUA, desde que abri uma garrafa de champagne quando a França venceu o Mundial de 98, desde que chorei toda a noite pelas derrotas da Inglaterra às maos da Argentina e Portugal, desde que estive 82 minutos a chorar e berrar, e 3 em pleno delírio, na final de Barcelona de 99, desde todos esses grandes momentos que sonhei. Vou ver uma final de uma grande competição de futebol. Era meu direito como adepto sonhar. Mas sabia que nao teria grande hipótese se essa final nao fosse em Portugal. E convenhamos que era dificil. Mas continuei a sonhar. A imaginar o mágico momento do erguer da taça. Enfim!!!!!!!
Quando ganhamos a organizaçao do Euro2004 fiquei euforico. "Vou ver os jogos todos" dizia eu a quem queria ouvir. Depois quando os bilhetes foram colocados à venda fui logo reservar. O preço astronómico nao me impedia. Afinal tinha poupado uns trocos para isto. E assim fiz a reserva para o mágico jogo de abertura, para a meia final nas Antas e para a grande final. Nunca pensei que nao os visse. Nao estive em Sevilha, por me ter chateado com o Porto, e por isso acreditava que a minha redençao viria no Euro. Enganei-me. Hoje recebi o mail mais marcante da minha vida. A UEFA e a organizaçao Euro2004 informaram-me que nao havia bilhetes para mim. Em nenhum dos jogos!!! O que???????? Brutal. Nao quis acreditar. Entao eu fui dos primeiros a organizar, merecia estar lá e nao vou estar? Para estar lá quem? Mafiosos, candongueiros, pessoal que nem vibra como eu como o futebol, os amigos dos amigos dos amigos dos amigos daquele tipo que é amigo do tipo que trabalha na Federaçao??? Os estrangeiros quando somos nos que tamos a pagar isto tudo???????' Isto é aceitável??????? Nao, nao e mil vezes nao....
Claro que fiquei em baixo. Chorei durante horas, pensei que o Mundo tinha acabado. Sonhos de infancia perdidos, a chance de contar ao meu filho como foi o Euro2004, as conversas com os amigos, os momentos mágicos. Tudo desaparecera. Injustamente. Estava perdido. Mas depois lembrei-me. O que há de mais importante no mundo. Nao é o futebol! Entao o que é? Os amigos, os bons e velhos amigos! E uma amiga, muito mais que um amigo especial, que me soube animar. E é graças a ela, ao seu ombro amigo, à sua preocupaçao, que me sinto melhor. Que sinto vontade de voltar a erguer-me. Por mim mas por ela também. Nao se deve desapontar os amigos, muito menos quando se assemelham a ninfas. Se calhar nos dias dos jogos, em vez de estar no estádio a saltar e berrar, pode ser que esteja com um deles. A fazer coisas muito diferentes (ou nao), mas certamente muito porreiras, senao muito melhores (a ver vamos).

Obrigado a todos mas em especial à rapariga mais espectacular que o mundo já conheceu
"hes looking at you kid"
MIGUEL LP

quinta-feira, julho 10, 2003

Desde já quero dar um abraço a quase todos que tiraram negativa no exame de HJ (menos a uma arrogante que teve o que merecia)
Esta frase pode parecer brutal mas nao é. É no fundo um exagero meu a uma situaçao que se verificou. E claro que ninguem merece ter negativa, mesmo que metaforicamente tenha colocado essa hipotese. E arrogancia e altivez ou orgulho confundem-se. A expressao pode nao ter sido feliz. Daí este post a lembrar que ás vezes também nos enganamos no que dizemos se bem que é isso que queremos dizer

MIGUEL LP
O DESLUMBRAMENTO DURANTE A NOITE, A CLARIDADE DA MANHA, A BELEZA DO DIA.....EIS A VIDA!

A vida é muito complexa. Ninguém a pode definir, ensinar ou estudar. A vida deve ser vivida. Ao máximo, 24 horas por dia, 7 dias por semana.... Mas não de qualquer forma. Cada dia que passou nao volta, mas pode ser especial. Basta quereres. Basta trabalhares para isso. Basta que o queiras.
Quando acordas de manha tudo parece perfeito. Abres a janela, respiras o ar matinal, ouves os passaros, que te mostram que a Natureza está bem viva, e ouves os carros, as pessoas, enfim a Humanidade dá-te os bons dias. Se fores como eu nao perdes tempo e ligas a aparelhagem. Poes uma musica que guiará o teu dia! Se quiseres que o dia seja teu, coloca uma musica que te empolgue. Se quiseres um dia romantico, já sabes, uma música suave. Se quiseres um dia normal, limita-te a por a tua musica favorita no momento. Cada um tem a sua musica, cada um tem os seus gostos, cada um tem a sua vida. Depois vais ao espelho e olhas. Ves-te a ti. Ves-te exteriormente. Comentas o que está bem e o que se pode melhorar. Mas sempre com um sorriso para ficares bonito no reflexo. Depois olhas bem nos teus olhos e estudas o que está dentro de ti. As frustraçoes e alegrias, o passado, o presente e o futuro. Acabada a introspeçao interior estás pronta para encarar o dia. E assim começa ele. A pouco e pouco os minutos e as horas vao passando. As coisas podem nao acontecer como querias mas acontecem e tens de saber resignar-te. A vida nem sempre segue o caminho que lhe destinas. Tenta ajudar sempre que possas. Se nao ajudares ninguem o dia nao teve sentido porque estás aqui nao para ti, mas para os outros. Tenta ser humilde, pensar que quando estás em cima nao deves pisar quem está em baixo mas sim dar-lhe a mao para o ajudar a subir. Tenta fazer amizades ou consolidá-las. Evita humilhar pessoas. Pessoal ressentido é a coisa mais perigosa que existe. Tenta nao fazer asneiras, tenta acima de tudo ser feliz. Pensa sempre quando algo te corre mal que podia ter sido pior. Depois volta ao aconchego. Analisa o teu dia. Ve se foi bom. Se foi sorri. Se nao sorri na mesma. Nao vale a pena amuares. Amanha é um novo dia. Já é de noite. Olha lá para fora. Contempla a escuridao. Nao te esqueças que a bruma também é bela á sua maneira. Nao a menosprezes, aprende a ama-la. Aprende a amar todos. E depois deita-te. Olha para o ceu, fecha os olhos, sorri e diz para ti mesmo.
It´s a Wonderful Life


Beijinhos e Abraços
MIGUEL LP

terça-feira, julho 08, 2003

FÉRIAS FINALMENTE? SÓ SE DEUS QUISER...

Aparentemente hoje começam as férias. Aparentemente sim, porque não vá o diabo tecelas. É que ainda há o recurso e há 3 disciplinas cujas notas ainda são um mistério. Pelo menos uma está arrumada. Desde já quero dar um abraço a quase todos que tiraram negativa no exame de HJ (menos a uma arrogante que teve o que merecia) e em especial a 3 casos: Ao Ivo que protagonizou um episódio inédito na minha vida estudantil. Calma Ivo vai correr tudo bem. E á Eva e à Raquel. Não tenho dúvidas que vão brilhar no recurso miudas. De resto parece que correu tudo bem para os lados dos frequentadores do O POR DO SOL....
Agora é só esperar e depois sim-------curtir as longas férias...
UM ABRAÇO

MIGUEL LP

domingo, julho 06, 2003

HAPPY BIRTHDAY

"Parabéns a voce nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida. Hoje é dia de festa cantam as nossas almas ao O POR DO SOL uma salva de palmas".......

É verdade, hoje 6 de Julho, O POR DO SOL, comemora 1 mês de existência. Um mês produtivo em polémicas, em contribuições várias e em discussões saudáveis. Tivemos de tudo mas queremos mais. Agora durante as férias, anuncio que O Por do Sol contará com a contribuição de mais alguns nomes ilustres do pensamento jornalistico da Invicta. Por isso hoje resta-nos comemorar este mês de existencia e preparar-nos para os próximos longos meses. E que a 6 de Junho de 2004 estejamos todos por aqui a apagar as velas de um ano a blogar..

Um abraço

MIGUEL LP

sábado, julho 05, 2003

POST SCRIPTUM

Já não é a primeira, nem a segunda, nem a milésima vez que o pessoal me chama infantil... E estará longe de ser a última. Desde pessoas que gosto e admiro a pessoas que me magoaram e usam essas declarações para me magoarem mais. Sem sucesso algum.
Podem chamar-me infantil que eu até tenho orgulho. Porque adoro a criança que está dentro de mim. A criança que faz traquinices, que joga computador, que ainda insiste que o SCG pode ser real. Essa criança é parte importante de mim. É parte que nao quero perder. Voces podem nao gostar dela. Mas eu adoro. Adoro o que ela faz, mesmo que depois o Miguel Graúdo tenha de pedir desculpas pelo Miguel Infantil. Mas uma coisa é certa. É parte de mim, e assim continuará. Quem nao gostar...que se lixe

MLP
VOLTAMOS AOS TEMAS PROFUNDOS

Desculpem lá por ter andado alheado da nossa blogosfera mas é que estamos em exames e por isso a vida não anda para brincadeiras. Sim porque até eu tenho de estudar um bocadinho. Mas sempre numa de relaxado porque é assim que devemos encarar a vida...

Ora, convidado pela Carolina, lá fui dar uma espreitadela ao simpático e já referido blog Ninfas do Bau. Deparei-me com um texto porreirinho. Bonito, interessante e profundo. Num período em que cada vez as pessoas são superficiais uma profundidade assim não faz mal a ninguém, muito menos a quem tem ainda muito que crescer, como eu por exemplo.
Ora a nossa amiga Carolina fala em vários estádios de evolução na vida. Mais básico e concreto seria impossível. Todos começamos e inevitavelmente acabamos algo, nada é de facto eterno, nada se exceptuarmos o amor em alguns casos bem especiais, ou a amizade.Mas como a morte acaba com eles na mesma, isto é a quadratura do circulo. Ora quanto ao facto das várias fases nos deixarem marcas, isso é óbvio, e muito importante. Ninguém passa de um estádio para o outro facilmente. Há sempre coisas que ficam para trás em detrimento de novidades que surgem na nossa vida. Quando tinha 10 anos não me conseguia imaginar a não fazer as minhas corridas de carrinhos, ou das minhas noitadas onde o futebol era até ás tantas da manha no largo com os amigos. Hoje já nao faço isso. Faço outras coisas que se calhar daqui a 10 anos não estarei a fazer. As pessoas também nao sao as mesmas. Já nao tou com nenhum dos meus amigos (exceptuando 3) do tempo de liceu como quando acabar o curso vou deixar de ver muita gente de que gosto. Enfim, c´est la vie. Será que somos efectivamente felizes com essa evoluçao Carolina? Nao sei. Há coisas daqueles dias, há pessoas daqueles tempos, das quais tenho muita saudade e nas quais penso muito. Ás vezes trocava esta vida de estudante para ser o miúdo que brincava ao Dragonball ou que nem sequer ligava a raparigas. Por isso nao quer dizer que obrigatoriamente sejamos mais felizes. Nao sao os adeptos que lamentam o facto da infancia estar longe. Sei o que sentem. Agora que é inevitável, isso é. E nesse aspecto mais vale deixar-nos levar pois só nos magoamos mais se tentarmos contrariar esta tendência. Sabedoria é um bom termo, mas eu chamar-lhe-ia o que lhes chamam os Monthy Piton, "meaning of life". É tendo esse "meaning of life" que conseguimos ultrapassar as várias etapas. Não sei digo eu....
Quanto ao já tao badalado tema, pelo menos no nosso blog, que é o amor, que posso dizer? Posso conjugar o verbo amar também. Posso dizer que amo, muito muito muito muito, e por isso sou feliz. Posso dizer que espero que ames, porque é sinal que estás viva (sim porque eu só acredito que alguém esteja verdadeiramente vivo se amar). Ela ama? Bem isso já nao sei mas francamente nao quero saber. Nós amamos, sim todos amam, e tudo o resto cito o filme delicioso do Woody Allen com a lindissima, deslumbrante, deliciosa, enfim tudo, Drew Barrymore: "Everybody Says that i love you".
E já que tamos numa de filmes que tal um "The Hearth is a Lonely Hunter", ou um "None but the Lonely Hearth" ou um "Laura", ou um "Heavan can Wait", tudo filmes de amor, para apaixonados e apaixonadas. É o que desejo a todos. Uns bons exames e uma excelentes férias com multo amore, e por amor de Deus e como disse a uma pessoa (pela milionésima vez) ACABEM COM ESSA MANIA DAS DIETAS. NÓS GOSTAMOS DE VOCES COMO SAO NAO COMO PARECEM....agora o facto de eu recusar andar com mulheres feias nao tem nada a ver..lol
A sério, nao deixem que uma civilizaçao machista e imbecil estraga o vosso bom humor. Pelo menos a maioria das ninfas que conheço sao giras. Deixem-se de tretas...
Como despedida cara Carolina, e visto que tavas tao interessada hoje de tarde (nao nao é na gatinha), quero que saibas que há ciclos e ciclos. Há o cinco noites cinco filmes e á os episódios do Sopranos. Há também outros ciclos. Começam, e quando começam sao tao bons, desenvolvem-se, o que é mau para uns e bom para outros, e eventualmente acabam. Este ciclo parece-me terminado. Como nao sou Deus (mas nao digas a ninguem) nao posso dar certezas sobre o futuro, mas para que fiques esclarecida acho que consegui uma vitória retumbante, e segundo o mestre Sun Tzu "se venceste então aproveita, pois as vitórias nao sao automáticas. conquistam-se"!
A todas beijinhos. Ao pessoal que nao passou pelo Ninfas do Bau, toca a ir para lá
Um abraço a todos (que é para nao confundir as coisas)
BOM EXAME DE TEP/FMC

MIGUEL LP

terça-feira, julho 01, 2003

COMUNICADO OFICIAL

Venho por este meio pedir sinceras desculpas ao Duarte SD por ter insultado de uma forma vil e incorecta a sua maneira de estar na vida. Ele sabe que nao o fiz de tom ofensivo e venho agora informar toda a blogosfera do mesmo. Duarte se tu es bacoco, entao deviamos todos se-lo.
Um abraço
COMUNICADO OFICIAL

Venho por este meio pedir sinceras desculpas ao Duarte SD por ter insultado de uma forma vil e incorecta a sua maneira de estar na vida. Ele sabe que nao o fiz de tom ofensivo e venho agora informar toda a blogosfera do mesmo. Duarte se tu es bacoco, entao deviamos todos se-lo.
Um abraço

Miguel LP

This page is powered by Blogger. Isn't yours?